Nasceu a 9 de Maio de 1982, é do signo touro e sem dúvida que nasceu para o estrelato. Já há bastantes anos que esta voz angolana inesquecível tem feito um sucesso notório e não sai das luzes da ribalta.

 

O cantor começou a sua carreira há mais de dez anos a cantar em festivais religiosos e já fez inclusivamente parte da banda sonora nos programas Kaluanda Piô da rádio Luanda, mas foi em 2001, depois de ter participado no concurso estrelas ao Palco onde ficou entre os 12 finalistas que tudo começou. No ano que se seguiu arrematou o segundo lugar no concurso “Domingão Coca-Cola” ao lado da Banda Maravilha.

Foram só prémios ganhos nos anos vindouros, em 2003 venceu o festival da canção de Luanda e a Gala à sexta-feira da TPA. Logo de seguida veio o primeiro lugar do Festival da Canção da Lac e o Top dos Mais Queridos. Todos eles com merecida distinção.

Matias tem dois filhos com Márcia Carolina, Elielson o mais velho e Raul o mais pequenino.

Além da música que é uma das suas grandes paixões, Damásio é técnico de Ciências da Educação. Outra das suas virtudes é fotografar. O artista afirma que sempre que consegue vai captando retratos de tudo o que acha interessante. O seu desporto favorito é o futebol, e faz bastante parte da sua vida.

Como multi-facetado que é, o jovem talentoso consegue ainda arranjar tempo dentro dos seus horários apertados para ler um bom livro, pescar de vez em quando, ver bons filmes e ainda representar.

Matias Damásio revelou ainda ser muito nacionalista e sentir um grande amor pela sua pátria afirmando que um dos seus maiores sonhos é ver o seu país crescer e atingir o nível das grandes potências mundiais. Quem sabe não chegamos lá…

Quando questionado acerca de algumas das suas preferências este responde:

A VIAGEM: Ao Cairo

O FIM DE SEMANA: Em São Tomé

OBRA DE ARTE: A Lesliana Pereira

O LIVRO: Quem me dera ser onda de Manuel Rui Monteiro

O Concerto: Alicia Keys em Lisboa

 

Por: Mariana Rodrigues