Estes casos fazem subir para 45 o número de pessoas que contraíram a doença, num balanço que conta com duas mortes, cinco pacientes que permanecem em estado grave.

O alerta de disseminação do vírus foi dado esta semana pela Organização Mundial de Saúde (OMS), depois de os primeiros casos detetados fora da China terem sido conhecidos, na Tailândia e no Japão, com ambos os pacientes a terem visitado Wuhan recentemente.

Os casos de pneumonia viral alimentaram receios sobre uma potencial epidemia, depois de uma investigação ter identificado a doença como um novo tipo de coronavírus, uma espécie de vírus que causa infeções respiratórias em seres humanos e animais e são transmitidos através da tosse, espirros ou contacto físico.

Em resposta a estas informações, os Estados Unidos anunciaram na sexta-feira que vão monitorizar os passageiros dos voos provenientes de Wuhan para nos aeroportos em Los Angeles, São Francisco e Nova Iorque.

Este é um período de maior circulação de cidadãos de e para a China por causa das celebrações do Ano Novo Chinês, no próximo dia 25.

SS(JPI) // ZO

Lusa/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.