Analistas advertem que Isabel dos Santos tem de ser habilidosa” na “resposta legal” que pretende apresentar à justiça sob pena de “deixar tudo a perder”.

Em Luanda, o responsável da associação “Mãos Livres”, Salvador Freire considera que as declarações de Isabel dos Santos sugerem a politização do arresto judicial o que, em seu entender, pode vir a prejudicar a família Dos Santos no seu todo.

Freire sustenta que a empresária devia aguardar pela abertura do processo principal durante o qual ela terá o direito de se defender.

“O que ela está a fazer é politiquice, o que não preocupa o sistema de justiça angolano”, sublinha.

Por seu turno, o jurista Lindo Bernardo Tito é de opinião que Isabel dos Santos deve assumir a dívida para com o Estado e assegurar que não há o receio de perda do património “ou impugnar o processo de arresto dizendo que a dívida não existe”.

O jurista acrescenta que se usar outros mecanismos, a empresária corre o risco de ver o processo passar do cível para o judicial, “o que poderá ditar a perda definitiva dos seus bens”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.