O Top Model angolano Joca, encontra-se actualmente na África de Sul depois de participar recentemente do Concurso Angola Fashion Week 2010.

De visual renovado, Joca, adora usar diversos looks e penteados como o afro, por vezes opta por cortar o cabelo de formas radicais e apresentar um visual mais ousado nos desfiles, marcando assim pontos na sua carreira.

 

Perfil

Nome: Carlos Jorge Elias Gonçalves “Joca”

Idade: 24

Nascido aos: 23/03/1986

Signo: Carneiro

Virtude: Batalhador

Uma característica sua: Apreciador

Livro: Screw it lets do it “Richard Branson’’

Filme: Armageddon

Viagem: Gostaria ir a Tokyo/Nova York/Brasil

Discoteca: Palos

Perfume: Dolce & Gabbana (Antigo)

Restaurante: Rhapsodys (Joanesburgo)

Desfile: Dolce Gabbana

Fim-de-semana: Em casa, com os amigos, ver filmes, navegar

Estilistas Nacionais: Alice Inaculo, Avelino Nascimento. Internacionais: D&g e Elle Saab

Sonho: Ser totalmente independente e feliz

Objectivo: Conquistar a minha felicidade e concluir meus estudos “Carreira”, de modo exemplar e vitorioso, sem atrapalhar ninguém

Comida: Calulu, Comida tailandesa.

 

Tudo começou aos 4 anos, quando se deslocou de Luanda para o Lubango de férias, tendo sido convidado por um vizinho que estava a organizar um desfile de crianças que lhe prometeu brinquedos que nunca chegou a ver. Mas a diversão foi tanta que nem se importou em reclamar os seus prémios. Desde aí sempre participou em concursos de crianças até partir para a África do Sul, isso aos 11 anos de idade por razões académicas.

Desfilou em eventos culturais da nossa comunidade angolana na África do Sul e por vezes em discotecas.

Joca entrou dessa forma numa competição internacional aos 17 anos, tendo chegado à final mas não foi escolhido para ir além, pois não se encontrava preparado fisicamente nem mentalmente. Entretanto no ano seguinte, fez uma enorme dieta (15 quilos perdidos), tentou novamente e chegando às finais foi o escolhido para ir para Itália. Para sua infelicidade “fui descobrir que a competição não era o que realmente era na realidade, não só pelo facto de termos que pagar tudo mas também o facto de que os prémios e contratos mesmo os dos vencedores nunca chegavam”. Mesmo assim não desanimou e foi em frente. Nessa altura Joca afirma que ainda não tinha uma boa auto-estima principalmente após ver o seu sonho desde a infância a ser jogado por água abaixo.

Foi ter com uma agência de modelos enquanto a sua grande amiga naquele tempo fazia um casting, “ao lado eu aproveitei e pedi informações acerca de um fotógrafo para fazer um portfólio (book) porque não tinha auto estima nenhuma e a booker perguntou porquê e eu contei-lhe que sempre quis ser modelo e sempre foi o meu sonho daí ela disse-me para sentar com ela e foi assim que assinei o meu primeiro contrato com a Next Models Internacional na África do Sul que naquele tempo era a melhor agência. Deu-me a luz que tanto esperava ter.”

 

SAPO: O que o levou a tornar-se modelo?

JOCA: A emoção de desfilar nas passarelas e ser aplaudido pelo público.

 

SAPO: Qual a maior dificuldade que enfrentou para se impor como modelo?

JOCA: O facto de eu ser estudante e tentar comunicar a todos que não ia abandonar isso que sempre será a minha primeira prioridade na vida “os meus estudos”.

 

SAPO: Que influências tem no mundo da moda?

JOCA: Conheço muitos agentes, produtores, empresários, na midia e no ramo da moda, a maioria. Não dá para destacar só um.

 

SAPO: Mudou algo na sua vida desde o início da sua carreira?

JOCA: Sim. A privacidade e a maturidade.

 

SAPO: Recebeu o apoio da sua família e amigos?

JOCA: No princípio não. A família não levou a sério até que eu consegui atingir um nome no mercado, aí sim, viram o que eu realmente queria, amo está profissão. Os meus amigos de verdade naquele tempo apoiaram-me. Já outros indivíduos que estavam no mesmo ramo, começaram apoiar pelo facto de se poderem beneficiar.

 

SAPO: Quais os eventos em que já desfilou?

JOCA: Carducci women/lançamento na África do Sul com participação de Carducci Men, Moda Luanda 2007/08/09/10, Bridal show na capital da África do Sul, Prêt a porter 2008/09, Bellas Fashion 2008/2009, Kianda Fashion, participação num desfile da CPLP em 2009, em Portugal e outros eventos particulares.

 

SAPO: Se pudesse ser outra pessoa quem seria? Porquê?

JOCA: Richard Branson. Porque lutou pela sua vida, pelos seus sonhos e objectivos correndo muitos risco para alcança-los.

 

SAPO: O que mais anseias alcançar?

JOCA: Gostaria de conquistar mais o mercado.

 

SAPO: Em quem te inspiras para desfilar?

JOCA: Em ninguém. O amor que eu sinto por este trabalho é o suficiente para me mover em todas as passarelas por onde passo.

 

SAPO: Como está o mercado angolano em termos de concursos?

JOCA: Em tendências e manequins está muito melhor mas em termos de organização e profissionalismo podia ser muito melhor, pois são poucos os que se aproveitam sendo eles mesmo de louvar.

 

Fotos

Por: Akanda

Fotos: Shyne

 

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.