Dez técnicos agrários do município do Londuimbali, cuja vila localiza-se a 92 quilómetros a norte da cidade do Huambo, estão a ser formados, desde segunda-feira, sobre metodologia e criação de escolas de campos de agricultores.

Em declarações quarta-feira à Angop, a administradora local, Delina Cuaiela Samessele, informou que a formação encerra sexta-feira e insere-se no programa de dinamização do sector agrícola.

Disse que os técnicos, da Estação de Desenvolvimento Agrário, estão a ser instruídos acerca da metodologia e objectivos das escolas de campo, criação e funcionamento de sub-grupos, regulamentos e estatutos das escolas de campo.

“Estamos a realizar esta formação, pois queremos fomentar a produção agrícola no nosso município, iniciando pela comuna da Galanga, onde vamos criar várias escolas agrárias de campo”, disse.

Delina Cuaiela Samessele deu a conhecer que os camponeses filiados em associações e cooperativas serão os principais beneficiários do projecto de criação de escolas de campo, que têm por finalidade transmitir técnicas eficazes de produção e sementes melhoradas.

Angop

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.