Com efeito, uma equipa multissectorial dos governos provinciais do Namibe e da Huila, em Angola, tentam resgatar um número elevado de meninas menores de idade oriundas dos municípios de Caconda e Caluquemba que trabalhamna indústria pesqueira do Tombwa no Namibe.

A informação foi avançada por Seusa Bengany, directora de Comunicação Institucional do Governo do Namibe, em comunicado emitido na terça-feira, 4.

“Estas meninas ainda deveriam estar sob a protecção dos seus progenitores”, diz o comunicado que garante estarem os dois governos a trabalhar para devolver as menores à suas famílias.

A reponsavel disse que algumas dessas menores trablalham também no sector agrícola acrescentando que  as autoridades estão a encontrar dificuldades em identificar os menores.

“Estas crianças apresentam-se sem documentação o que dificulta o trabalho das autoridades locais”, disse Bengany que apelou aos propietários de empresas pesqueiras e fazendas ” a não trabalhrem com menores d idade”

Ouça a reportagem:

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.