As autoridades convocaram voluntários locais para reforçar a luta contra grupos rebeldes islâmicos.

O ataque, revelado agora pelas autoridades, mas que terá acontecido na noite de segunda-feira feira, 20, deixou ainda três feridos.

Centenas de pessoas fugiram da zona onde ocorrem os ataques e foram para a cidade de Kaya, na província de Sanmatenga, segundo testemunhas locais.

O Parlamento adoptou, por unanimidade, uma lei que permite o recrutamento de voluntários para o combate aos rebeldes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.