O avançado português vai estar às ordens de Carlos Queiroz para os jogos decisivos com a Bósnia-Herzegovina, a 14 e 18 de Novembro, ao afirmar que já não sente dores no tornozelo.

"O tornozelo já não me dói, por isso penso que já estou apto para jogar", contou Cristiano Ronaldo ao jornal espanhol Marca. Depois de se ter lesionado ao serviço de Portugal no jogo com a Hungria, o jogador tem dividido o seu tempo pelo ginásio, piscina e trabalho com fisioterapeuta para estar recuperado o mais rapidamente possível.

Ronaldo espera voltar aos relvados já a 3 de Novembro, no reencontro do Real Madrid com o AC Milan para a Champions, depois da derrota merengue em pleno Santiago Bernabéu (2-3). Todavia, o seu regresso só será confirmado após a avaliação do departamento médico do Real Madrid, que não quer ver o jogador sofrer uma recaída.

O rápido regresso de Ronaldo é também uma boa notícia para a Selecção Portuguesa, que tem pela frente a decisiva 'poule' de acesso ao Mundial 2010 já no próximo mês.

 

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.