Nove pessoas morreram nas últimas 24 horas, elevando para 223 o número de vítimas mortais causadas pelas baixas temperaturas desde o início do inverno, informaram hoje fontes das autoridades sanitárias russas.

Dos nove últimos casos mortais resultados de congelamento e hipotermia, cinco ocorreram na região siberiana de Tiumén, onde foi registada uma temperatura mínima de 17 graus negativos.

"Desde a chegada do frio às regiões da Rússia morreram por congelamento ou hipotermia 223 pessoas", disse um porta-voz dos serviços sanitários à agência Interfax.

@Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.