Eis a lista das fusões:

1. Ministério da Defesa com o Ministério dos Antigos Combatentes.

2. Ministério da Cultura com o Ministério da Hotelaria e Turismo.

3. Ministério dos Transportes com o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

4. Ministério da Agricultura com o Ministério das Pescas.

5. Ministério do Comércio com o Ministério da Indústria.

6. Ministério das Obras Públicas com o Ministério do Ordenamento do Território.

Em declarações à imprensa, a propósito, a ministra das Finanças, Vera Daves, confirmou que houve fusão 12 ministérios.

Ao falar no final da sessão do Conselho de Ministros Vera Daves sublinhou que com a fusão, os ministérios passam a ter dupla designação, como por exemplo Ministério da Defesa Nacional e Veteranos da Pátria, bem como Ministério da Agricultura e Pescas.

Intactos ficaram os ministérios das Relações Exteriores, da Economia e Planeamento, das Finanças, da Administração do Território e Reforma do Estado, da Administração Pública, Trabalho e Segurança Social, bem com da Justiça e dos Direitos Humanos.

Permanecem igualmente os ministérios da Energia e Águas, da Educação, da comunicação Social, da Saúde, do Ensino Superior, Ciência e Inovação, da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, bem como da Juventude e Desportos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.