O antigo ditador da Guatemala Efraín Ríos Montt vai ser julgado por acusações de genocídio e crimes contra a humanidade, determinou hoje o poder judicial daquele país.

Ríos Montt, de 86 anos, governou a Guatemala durante um período particularmente sangrento da guerra civil guatemalteca (1982-1983) e é acusado de ser responsável pela morte de milhares de indígenas, como parte dos esforços do seu governo em derrotar os rebeldes de esquerda.

De acordo com o juíz Miguel Galvez, que determinou o julgamento do antigo ditador, Efraín Ríos Montt vai enfrentar a justiça por "crimes de genocídio e crimes contra a humanidade".

@Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.