A polícia de Minneapolis referiu inicialmente que 10 pessoas foram baleadas com “lesões de vários níveis de gravidade”, mas já de madrugada, num ‘post’ através da rede social Twitter, reviu os dados para uma morte e 11 pessoas feridas.

Um ‘tweet’ inicial da polícia de Minneapolis aconselhava os cidadãos a evitar o bairro de Uptown, uma zona comercial que inclui vários bares e restaurantes. O estado de Minnesota começou a permitir a reabertura de bares e restaurantes com serviços limitados em 01 de junho, após seis semanas de fecho por causa da pandemia de covid-19.

As fotografias colocadas nas redes sociais mostravam janelas do histórico Uptown Theatre e a fachada de uma loja com disparos.

Gritos eram audíveis num vídeo em direto colocado na rede social Facebook que mostrava pequenas multidões de pessoas reunidas, algumas agachadas sobre vítimas caídas na calçada, antes que polícias de bicicleta aparecessem para atendê-las.

Manchas de sangue eram visíveis na calçada depois de as vítimas terem sido levadas para hospitais locais.

A cidade de Minneapolis tem registado tumultos desde a morte de George Floyd em 25 de maio, depois de ter sido preso pela polícia local.

A morte de Floyd desencadeou um movimento para rever o Departamento de Polícia de Minneapolis, com a maioria dos membros da Cãmara Municipal a prometer desmantelar um departamento que muitos ativistas consideram ser brutal e racista.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.