Segundo o plano, 5.600 soldados dos EUA serão transferidos da Alemanha para outros aliados da NATO, incluindo Bélgica e Itália. Outros 6.400 regressarão aos Estados Unidos, embora a maioria das forças embarque no que o Pentágono descreve como “rotações contínuas” para a região do Mar Negro.

Mark Esper e outros responsáveis do Pentágono dizem que as redistribuições vão começar em “questão de semanas”, apesar de admitirem que muitos detalhes ainda precisam ser resolvidos.

O custo exato de fazer as mudanças também não foi determinado, as autoridades dizem que o preço provavelmente será de vários biliões de dólares.

Atualmente, os EUA têm 36 mil soldados estacionados na Alemanha em várias instalações, como a Ramstein Air. Além disso, Estugarda, na Alemanha, abriga o Comando Europeu dos EUA e o Comando da África dos EUA, a AFRICOM.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.