Foi por volta das 18h30 que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos e a primeira dama Ana Paula dos Santos, chegaram ao Estádio Nacional 11 de Novembro para proceder à inauguração, tendo em vista a Taça de África das Nações em Futebol Orange - Angola'2010.
 
O Estádio 11 de Novembro, em Luanda, com capacidade para 50 mil espectadores, vai acolher a série A (primeira fase), um desafio dos quartos de finais, outro das meias-finais e a final desta competição.

Ás 18h45 minutos, o chefe de estado efectuou o corte da fita e o descerramento da placa simbolizando a inauguração do estádio 11 de Novembro, em Luanda.

Ao som do hino nacional, foi içada a bandeira nacional no Estádio Nacional 11 de Novembro, com o Presidente da República na tribuna presidencial.

 José Eduardo dos Santos, recebeu a instantes das mãos do ministro das Obras Públicas réplicas dos estádios construídos para o CAN2010.
 
Antes, o ministro Higino Carneiro fez a apresentação técnica do Estádio 11 de Novembro.
 
Para o evento, foram mobilizados cinquentas agentes do Corpo Nacional de Bombeiros para assegurar eventuais casos de sinistro na cerimónia de inauguração oficial do Estádio 11 de Novembro, em Luanda.

 
A garantia foi dada pelo chefe principal adjunto da corporação, comandante Tito Manuel, que disse estarem prontos, em termos humanos e de meios materiais, para socorrer as pessoas que acorrem ao recinto, localizado na comuna do Camama, município do Kilamba Kiaxi.
 
“Estamos aqui com meios e forças para fazer a devida protecção nesse estádio. É uma responsabilidade grande e, por isso, mobilizamos cerca de 50 efectivos que estão aqui para conter qualquer situação”, disse o oficial à Angop.
 
Tito Manuel assegurou estarem a trabalhar em conjunto com os técnicos do Serviço Nacional de Emergências Médicas, tendo apelado os cidadãos que vierem assistir a cerimónia a tudo fazerem para evitar casos de sinistro, quer no interior, quer no exterior do recinto.
 

Desde as primeiras horas da manhã, o perímetro do estádio 11 de Novembro, em Luanda, regista uma movimentação diferente da habitual e mais colorida.

O evento continua com a apresentação de um vídeo que mostra as diversas etapas de construção das infra-estruturas desportivas.

SAPO AO/Angop