FC Porto venceu, este sábado, o Sporting de Braga por 3-2, onde ambas equipas proporcionaram um grande jogo de futebol, possivelmente o melhor desta época. Varela, destacou-se, bisando no encontro da quarta jornada da I Liga.

  O Sporting de Braga apresentou-se no Estádio do Dragão com uma boa atitude, conseguindo anular a maior parte dos lances do ataque portista. Além disso, os contra-ataques dos minhotos deram muitas dores de cabeça ao sector defensivo da equipa da casa.

A equipa minhota foi compensada pela sua estratégia ao minuto 16 quando o uruguaio Luís Aguiar inaugurou o marcador na cobrança de um livre directo. O médio do Sporting de Braga “arrancou” a virgindade da baliza azul e branca na presente edição da I Liga.

Logo de seguida, Hulk enviou, também de bola parada, uma bola à barra.

Em desvantagem, os portistas arriscaram mais, colocando mais homens na frente, mas a notável defesa do Braga impediu-os de celebrar o golo do empate mais cedo.

“Água mole em pedra dura tanto bate até que fura”, foi isto que pensou o FC Porto quando marcou o seu golo. Com dificuldades em penetrar a defesa do Braga, Hulk descobriu o caminho para o golo e Silveste Varela, de cabeça, finalizou de forma exímia, ao minuto 32.

Na segunda parte, as duas equipas entraram mais cautelosas mas depois verificou-se que estavam apenas a estudar a atitude adversária.

O Sporting de Braga voltou a ficar em vantagem ao minuto 60 com um golo magistral de Lima a meio do meio-campo. O ex-Belenenses enviou um tiro a mais de 100km/h que só parou porque embateu contra as redes da baliza de Helton, que nada pôde fazer.

O FC Porto respondeu logo de imediato por intermédio de Hulk. O brasileiro carregou, uma vez mais a equipa às costas, juntamente com Falcao, e estabeleceu novamente o empate, após passe de calcanhar, dentro da grande área, de Alvaro Pereira.

Os mais de 47 mil espectadores no Estádio do Dragão continuavam a assistir, possivelmente, ao melhor jogo da I Liga 2010/2011 até à data. Varela colocou, pela primeira vez no encontro, os portistas em vantagem no marcador, ao minuto 69, após jogada de insistência pela esquerda e fechou o resultado em 3-2.

À quarta jornada, o FC Porto ganha mais terreno na liderança somando 12 pontos, sem derrotas, e o Sporting de Braga deixa-se ultrapassar pelo Vitória de Guimarães, que rouba o segundo lugar aos vizinhos, ficando à espera dos resultados do Paços de Ferreira e Nacional.

O invicto FC Porto concentrará forças esta semana, para a Liga Europa, no encontro com o Rapid Viena, que se disputará na quinta-feira, enquanto o Braga preparará a deslocação a Londres para enfrentar, na quarta-feira, o Arsenal, em jogo relativo à Liga dos Campeões.

SAPO

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.