Hoje comemora-se, pelo terceiro ano consecutivo, o dia da malária, que infecta, todos os anos, mais de 500 milhões de pessoas, incluindo crianças.

A malária é causada por parasitas da espécie Plasmodium, que são transmitidos pelas picadas de mosquitos infectados. Há quatro tipos de malária humana (Plasmodium Falciparum, P.vivax, P.malariae, e P.ovale) e o tipo P.falciparum é o mais mortal. No corpo humano, os parasitas multiplicam-se no fígado e infectam os glóbulos vermelhos das células.

Os primeiros sintomas da malária são febre, dores de cabeça, arrepios e vómitos que surgem, em regra, 10 a 15 dias após a infecção. Se não for tratada a tempo, a malária pode levar à morte, já que o fornecimento de sangue aos órgãos vitais é interrompido.

A transmissão da malária depende de factores locais, como os padrões de pluviosidade, a proximidade dos locais de procriação do mosquito e das espécies de mosquitos, daí haver as chamadas zonas endémicas (com vários casos por ano) e as «estações da malária», quando chove mais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.