O parlamentar comentava recentes declarações do governador Archer Mangueira que, durante uma visita a vários distritos da província, disse ter constatado que muitos projetos pagos pelo Governo não foram concluídos ou foram abandonados.

Mangueira acrescentou também não ter havido uma fiscalização às contas desses empreitadas.

Mucanda, por seu lado, lembra que ele próprio tinha denunciado esta situação em várias declarações feitas no Parlamento e que o próprio Archer Mangueira, então ministro das Finanças, ignorou as críticas.

“Não basta ficarmos pelos discursos”, disse Sampaio Mucanda.

“É preciso responsabilizarmos criminalmente os individuos envolvidos”, acrescentou o deputado para quem “indivíduos que saquearam fundos públicos andam à vontade pelas ruas enquanto se persegue aqueles que falam a verdade e que denunciam problemas”.

Sampaio Mucanda defendeu que a Procuradoria Geral da República deve iniciar processos contra os culpados que têm de devolver ao Estado os fundos recebidos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.