Os delegados ao VIII Congresso Ordinário da JMPLA, organização que congrega os jovens do partido no poder em Angola, elegeram Crispiniano Vivaldino Evaristo dos Santos para o cargo de primeiro secretário nacional com 1.434 votos (71,7%) dos 2.000 votos válidos, contra 522 (26,1%), de Domingos Betico Francisco.

A Comissão Eleitoral do evento, que encerra este sábado (12.10), no Centro de Conferências de Belas, em Luanda, revela também que foram eleitos os 295 membros do Comité Nacional.

Crispiniano dos Santos, que substitui o atual primeiro secretário provincial e governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, vai permanecer no cargo até ao ano de 2024.

Para o líder do braço juvenil da JMPLA, os reais problemas da juventude angolana devem ser identificados através do diálogo abrangente.

Crispiniano dos Santos promete, por outro lado, cumprir o plano de trabalho aprovado no congresso que o elegeu.

Entretanto, a sua eleição foi felicitada pelo seu adversário direto, Domingos Betico Francisco, numa mensagem divulgada nas redes sociais.

De candidato preterido a eleito

Durante a campanha, alegava-se que um dos candidatos teria concorrido por imposição da direção. Trata-se Domingos Betico, derrotado no congresso. Membros da organização afirmam que não cumpria com os requisitos para concorrer ao cargo.

Para Carlos Renato, um militante da JMPLA, a escolha de Crispiniano dos Santos demonstra unidade e maturidade política dos jovens do MPLA.

"É uma lição de união que a juventude do MPLA deu. Mostrou que afinal, quando querem, é possível estarem unidos. A JMPLA mostrou que conhece melhor os estatutos que muitos mais velhos do MPLA que 'queriam impor' um candidato", decalrou à DW África.

Com a decisão da maioria dos delegados, de acordo com este militante, a "juventude envia uma mensagem e mostra um sinal de força à direção do partido, na qual mostra que devem ser tidos em conta para que a estratégia do partido possa vincar".

Crispiniano dos Santos enfrenta o desafio de responder aos desafios enfrentados pelos jovens angolanos, entre os quais o desemprego.

Em nota publicada no site oficial do partido, o Bureau Político do MPLA, que felicitou o candidato eleito, afirma que o VIII Congresso Ordinário da JMPLA representa a "consolidação da maturidade política da organização social do partido, adequando-se, assim, às transformações políticas, económicas e sociais em curso no país, para enfrentar os desafios do presente e do futuro".

A direção do partido espera que a organização juvenil do MPLA continue a “interpretar fielmente os anseios e as aspirações da juventude angolana”.

O Bureau Político espera que os jovens estejam "firmes, unidos e coesos em torno da liderança do camarada Presidente João Lourenço na prossecução do combate incessante contra a corrupção, o nepotismo, a bajulação, a impunidade e outros males que prejudicam o progresso de Angola e dos angolanos," lê-se na nota do BP.

Quem é Crispiniano dos Santos

Nascido a 29 de março de 1985 no município de Ombadja, província do Cunene, o novo líder da juventude do MPLA é licenciado em Ciências da Educação, na especialidade de Geografia, pelo Instituto Superior de Ciências da Educação do Lubango (ISCED-HUÍLA).

Crispianiano dos Santos é membro do Comité Central do MPLA e também primeiro secretário da JMPLA no Cunene.

Com a sua eleição para o cargo de primeiro secretário nacional da juventude do partido que suporta o Governo, o jovem de 34 anos passa a ser também membro do secretariado do Bureau Político do MPLA.

De acordo com os dados biográficos do dirigente da JMPLA, Crispiniano dos Santos é funcionário do Ministério da Educação desde 2005, onde desempenha a função de professor.

No período de 2009/2010, ocupou o cargo de secretário para Informação do Conselho Provincial da Juventude (CPJ) na província angolana do Cunene.

De 2010/2011, desempenhou as funções de secretário adjunto para Administração e Finanças do Conselho Provincial da Juventude do Cunene.

O secretário nacional da JMPLA eleito no VIII Congresso Ordinário foi também, no período de 2011/2014, secretário-executivo do Conselho Provincial de Juventude do Cunene.

Foi chefe de secção de Administração, Finanças e Logística da Comissão Municipal Eleitoral do Cuanhama, província do Cunene.

por:content_author: Borralho Ndomba (Luanda)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.