Nos primeiros 100 mil casos de covid-19 foram registados em 67 dias, mas foram necessários apenas mais 11 dias para o número duplicar e atingir 200 mil casos e mais quatro dias para chegar a 300 mil casos.

Agora, a pandemia levou dois dias para somar mais 100 mil novos casos, de acordo com a OMS.

“A pandemia da Covid-19 está a acelerar a uma taxa exponencial”, escreveu nas redes sociais o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus, para quem “sem ação agressiva em todos os países, milhões poderão morrer”.

Esta semana, Tedros já havia alertado que o coronavírus Sars-Cov-2 está em circulação em “quase todos os países.”

Ele acrescentou que a pandemia do novo coronavírus é “a crise de saúde que define o nosso tempo. Estamos em guerra com um vírus que ameaça nos separar, se deixarmos”.

Até ao meio da manhã de hoje, dados daUniversidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos, 510.108 pessoas tinham dado positivo ao teste, das quais 22.993 morreram.

Nos Estados Unidos, quase 67 mil têm a doença e 1093 mortes.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.