Em entrevista ao popular programa dominical da cadeia televisiva CBS “Face the Nation”, Pence afirmou ser “indiscutível” que o aumento de testes nos Estados Unido,s com cerca de 500 mil por dia, contribuiu para a confirmação de muitos mais casos, mas sublinhou que “os americanos mais jovens reúnem-se sem ter em conta a orientação que demos a nível federal para todas as fases da reabertura da economia”.

Flórida, Texas e Arizona, Estados governados por republicanos e que não declararam confinamento nos primeiros meses da pandemia, registaram juntos mais de 40 mil novos casos apenas na sexta-feira, 26, o mais alto num só dia em seis meses.

O vice-presidente anunciou ter cancelado viagens em campanha à Flórida e Arizona por precaução em virtude do aumento dos números de casos.

No programa, afirmou que ele e o Presidente Donald Trump apoiam as medidas tomadas pelos governadores da Flórida e do Texas de voltar a fechar bares para impedir a aglomeração de pessoas, que, segundo ele, também não respeitam o distanciamento social nem a recomendação do uso de mascaras.

Pence, no entanto, reiterou não ser necessária a aprovação de um decreto presidencial a obrigar o uso de máscaras.

Até hoje, os Estados Unidos registaram mais de dois milhões e 500 mil casos, dos quais 126.800 morreram.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.