Os dados foram contabilizados pela agência Reuters, com base em números dos estados e municípios.

A maioria dos Estados relatou uma queda de novos casos da doença na semana que terminou no domingo, 17 de maio, com apenas 13 Estados a observar um crescimento das infecções em comparação à semana anterior.

O Estado de Tennessee teve o maior aumento semanal, com 33 por cento, enquanto Louisiana registou um crescimento de 25 por cento e  Texas com cerca de 22 por cento a mais de casos do que na primeira semana de maio.

Michigan também viu os novos casos aumentarem 18 por cento, após cinco semanas de queda.

Em termos nacionais, os novos casos da Covid-19 recuaram oito por cento na última semana, auxiliados pelos contínuos declínios em Nova Iorque e Nova Jérsea.

Quase todos os 50 Estados americanos, no entanto, permitiram que algumas empresas reabrissem  as portas e que os residentes se deslocassem com mais liberdade, elevando o receio de algumas autoridades de saúde quando a uma segunda onda de casos.

O Centro para Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) tem recomendado que os Estados esperem que o número diário de novos casos de Covid-19 recue por 14 dias antes de afrouxarem as restrições de distanciamento social.

A 17 de maio, apenas 13 Estados tinham cumprido esse critério, inferior aos 14 Estados da semana anterior.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.