As autoridades de São Tomé e Príncipe anunciaram mais três mortos, aumentando o total de vítimas mortais para 11, enquanto os casos positivos ascendem a 258.

Na Guiné-Bissau, o coordenador do Centro de Operações de Emergência Médica (COES) anunciou mais 51 casos, aumentando o total para 1.089.

Dionísio Cumba acrescentou que o número de vítimas mortais mantém-se em seis e o de recuperados em 42.

Ontem, o Presidente da República, Úmaro Sissoco Embaló, extinguiu a Comissão Interministerial de Acompanhamento de Prevenção do Coronavírus na Guiné-Bissau e criou, em sua substituição o cargo o Alto Comissariado da Covid-19, que tem como missão preparar a saída do estado de emergência e adaptar o país à nova realidade.

O chefe de Estado acrescentou que o Alto Comissariado terá um coordenador, um secretário e outros órgãos, e funcionará sob a orientação direta do Presidente da República.

Em Cabo Verde, o Ministério da Saúde da Segurança Social também revelou novos casos hoje, mais 15, todos na ilha de Santiago, a única que está ainda sob o estado de emergência.

No total, o país tem 349 casos acumulados desde 19 de março.

Por seu lado, a diretora nacional  de Saúde Pública de Moçambique, Rosa Marlene, anunciou hoje mais 10 casos positivos, totalizando 156 infetados com a Covid-19.

Angola mantém oficialmente os 52 casos de há dois dias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.