O coordenador do Centro de Operações de Emergência de Saúde (COES),  Dionísio Cumba, que fez o anúncio na habitual conferência de imprensa diária para o balanço da epidemiam, revelou que há 14 pessoas em estado grave.

“Há 12 em estado grave no Hospital Nacional Simão Mendes (em Bissau) a precisar de oxigénio, e dois em estado muito crítico no hospital de Cumura”, sublinhou Cumba, acrescentando que o número de recuperados mantém-se em 42 e que há 53 pessoas em dois hoteis de Bissau, que podem receber alta ainda hoje.

Depois do primeiro caso registado em Gabu, a doença está presente em Bissau, na sua esmagadora maioria, mas também em Cacheu, Biombo, e Bafatá.

Recorde-se que o país sob estado de emergência e com recolher obrigatório entre as 20 e as 6 horas, além de ser também obrigatório o uso de máscaras.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.