Portanto, Hugo encontra-se detido desde a última quarta-feira e foi ouvido primeiro pelo Serviço de investigação Criminal (SIC) e agora na PGR que vai decidir se há razões para Hugo Barros permanecer preso ou não.

A jovem Anelka também já prestou algumas declarações ao SIC e afirmou ter partilhado o áudio da conversa por se ter sentido ameaçada.

Hugo confessou que não esperava que o caso tivesse tamanha repercussão e Henriques afirmou-se completamente abalado com a situação. Este caso acabou por envolver toda a sua família, tendo os próprios familiares avançado com a denúncia contra Hugo.

De referir que o caso começou na segunda-feira quando foi partilhado um áudio que envolvia Anelka, uma jovem empresária influente nas redes socais, o seu namorado Hugo Barros, e o suposto amante, Henriques. Entretanto, o áudio tornou-se viral nas redes sociais.

De acordo ao mesmo áudio, o cidadão identificado como Hugo avisa a sua namorada Anelka que vai mandar matar o seu suposto amante conhecido de Henriques, em que na demorada conversa é ouvido um contacto telefónico mantido entre Hugo e os supostos jovens que seriam os autores do assassinato de Henriques e já tinha disponível cem mil AKZS para pagar o serviço, sendo que o resto do valor seria pago depois de executado o crime.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.