Na conferência de imprensa em que divulgou as pastas propostas para os futuros comissários europeus – Londres não indicou qualquer nome porque o ‘divórcio’ está marcado para 31 de outubro e a entrada em funções na nova equipa para o início de novembro – a nova presidente da Comissão salientou que o ‘Brexit’ “é o início da nossa futura relação”.

“Nós estamos ainda num processo difícil e não me canso de repetir que nunca quisemos o ‘Brexit’, mas respeitamos a decisão tomada pelos nossos amigos britânicos, pelo Reino Unido”, acrescentou.

A comissária designada por Portugal, Elisa Ferreira, terá a pasta da Coesão e Reformas, faltando passara etapa da audição no Parlamento Europeu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.