O anúncio foi feito pelo próprio chefe de Estado na rede social Facebook, onde partilhou uma foto sua ao lado do novo responsável pela pasta da Educação.

“Informo a nomeação do Professor Carlos Alberto Decotelli da Silva para o cargo de Ministro da Educação. Decotelli é bacaharel em Ciências Económicas pela UERJ [Universidade do Estado do Rio de Janeiro], mestre pela FGV [Fundação Getulio Vargas], doutor pela Universidade de Rosário, Argentina e Pós-Doutor pela Universidade de Wuppertal, na Alemanha”, escreveu o mandatário.

Decotelli da Silva substituiu assim Abraham Weintraub, que se demitiu do cargo ministerial na última quinta-feira, após várias polémicas que marcaram a sua gestão.

Ao longo do tempo em que integrou o Governo de Jair Bolsonaro, Weintraub acumulou desavenças com reitores de universidades, estudantes e parlamentares, após ter decretado duros cortes na Educação, assim como causou problemas diplomáticos com a China e Israel. Mais recentemente, entrou em conflito com juízes do Supremo Tribunal federal (TSF), ao defender a prisão dos magistrados.

Weintraub deve agora assumir uma cargo na representação brasileira na direção do Banco Mundial, com sede em Washington, nos Estados Unidos da América.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.