As receitas petrolíferas angolanas recuperaram nos últimos dois meses, graças a um ligeiro aumento de produção e de preços, após uma quebra "dramática" até Janeiro deste ano, afirma o Banco Mundial em relatório hoje divulgado.

Segundo os números avançados no "Angola Brief", em Novembro e Dezembro do ano passado, as receitas fiscais da produção petrolífera representaram, respectivamente, 52 por cento e 46 por cento da média registada nos primeiros dez meses de 2008

 "A situação deteriorou-se em Janeiro, quando as receitas fiscais petrolíferas representaram menos de 40 por cento dos impostos colectados em Janeiro de 2008 e menos de um terço da média anual de 2008", salienta o Banco Mundial.

SAPO AO/Lusa

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.