O protesto coincide com a abertura de nova sessão parlamentar, na qual os deputados vão analisar e aprovar na generalidade o pacote legislativo destinado a conformar todo o processo das autárquicas angolanas, que o governo pretende realizar apenas em alguns dos 164 municípios do país, enquanto a oposição exige que a votação ocorra em todas as autarquias.

Fernando Gomes, responsável da associação Agir, ligada à sociedade civil, disse à agência Lusa que, caso os deputados, maioritariamente do MPLA, votem a favor da proposta do governo irão “apelar ao boicote”, assegurando que a votação tem de ter em conta também candidatos independentes, fora das esferas partidárias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.