“O colóquio “Juventude em Acção”, organizado pelo Centro de Estudos UFOLO para a Boa Governação, visa reunir, homenagear e empoderar os jovens activistas que durante a repressão eduardista lutaram pela mudança, demonstrando grande coragem e sujeitando-se a extraordinários sacrifícios pessoais”, anunciou o prta-voz do evento, Katrogi Nhanga Lwamba, mais conhecido por MCK.

O músico e activista lembrou que “o silêncio e a cumplicidade com o regime de corrupção, de medo e de repressão imperavam em toda a sociedade, mas estes activistas não baixaram os braços, organizando manifestações e outras formas de protesto”, por isso, reitera, “chegou a hora de lhes dar voz para concretizaram a mudança” .

O colóquio acontece num momento, lembra MCK, em que começa a haver maior abertura e, por isso, é importante encontrar “outras formas de lutas”.

Questionado se já não há agressões contra manifestantes, o porta-voz do colóquio esclarece que “há menos repressão não é, que não há repressão”.

Entre outros, o colóquio terá como prelectores o segundo comandante provincial de Luanda da Polícia Nacional, comissário Divaldo Martins, o jornalista Gabriel Veloso, o activista Luaty Beirão e os humoristas Gilmário Vemba e Tiago Costa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.