A mulher, de 25 anos, invadiu o presépio às 10h00 (hora local), duas horas antes da benção "Urbi et orbi" do Papa Francisco feita do balcão da Basílica de São Pedro para cerca de 50 mil pessoas.

A activista foi detida por "resistência e por ferir um representante da ordem pública, ofender a confissão religiosa, tentativa de roubo e actos obscenos em local público".

Diante do presépio, a jovem deitou a sua mala ao chão, levantou o casaco e mostrou os seios, antes de saltar a barreira que protegia o presépio e chegar à estátua de Jesus.
No tronco da jovem estava escrito #METOO, seguido de "Assaulted by Church" (agredida pela Igreja).

Uma outra jovem ucraniana, de 22 anos, que não resistiu, foi autuada por cumplicidade em acto contra confissão religiosa e tentativa de roubo.

O movimento feminino "femen", surgido na Ucrânia e tem sido marcado por protestos de jovens que mostram os seios em protesto, inicialmente contra o então regime pró-Kremlin, o presidente russo, Vladimir Putin, e a Igreja Ortodoxa. O movimento alastrou pela Europa, onde tem entre seus alvos a Igreja Católica, acusada de retrógrada em relação aos direitos da mulher.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.