Página gerada às 11:02h, sabado 01 de Novembro

Jovem procurado é encontrado na casa mortuária em Luanda

02 de Outubro de 2012, 17:03

Depois de estar desaparecido há mais de 24h, o jovem rapper Jorge Valerio Coelho da Cruz (Tucho) foi encontrado na casa mortuária em Luanda.

Começou a ser procurado pelos pais, parentes e amigos mais próximos, mas em vão. Foi criada uma campanha de busca nas redes sociais para que fosse encontrado e houve mais de dez mil partilhas na rede Facebook, de pessoas que ajudaram nessa procura.

Mas ontem as notícias que chegaram não foram as melhores. Aconteceu o mais temido e Tucho foi encontrado já na casa mortuária em Luanda.

Segundo o relato de fontes próximas ao jovem, Tucho de apenas 20 anos ter-se-ia envolvido numa briga numa discoteca. Ao que tudo indica alguém lhe faltou ao respeito e o mesmo rispostou. Contudo, no dia seguinte, os jovens envolvidos na confusão contrataram um grupo para o espancar.

Tudo aconteceu quando Tucho se dirigia para a casa da namorada, que nem chegou a vê-lo. Foi agredido até à morte. A violência foi tanta que há quem diga que lhe arrancaram os olhos.

Segundo familiares e amigos, que não quiseram ser identificados, já foi encontrado um dos rapazes envolvidos na confusão.

Milhares de pessoas estão indignadas com mais este acto, que desta vez resultou na morte de mais um jovem com todo o futuro pela frente. Os comentários de insatisfação de revolta estão espalhados pelo Facebook.

A questão comum a todos é: "até quando esta onda de violência vai continuar? Quantos mais inocentes terão de pagar com a sua própria vida?"

A família da vítima já se pronunciou acerca do sucedido, através do perfil de Facebook do irmão Rogério Danilo Cruz: "Bom dia amigos meus e do meu irmão Jorge Valério (Tucho, jay jay), a dor neste momento não tem explicação pois era um miúdo decidido e ao mesmo tempo procurava mostrar as suas ideias. Dizer-vos que fui o primeiro a pensar em ir ver a morgue e lá estava ele deitado no chão como uma pessoa sem família, como lixo", lê-se no perfil do irmão.

Continuando, Rogério Cruz escreve que por motivos de respeito não mostra o estado em que encontrou Tucho, "pois não iriam acreditar como seria possível alguém matar uma pessoa como se fosse um animal".

"Tudo isto porque o Jorge ofendeu uma menina", explica o irmão. Estando assim na origem da morte do jovem a ofensa mal recebida, que deu azo a uma retaliação violenta.

"Meus amigos e familiares ele lutou, rebolou, gritou em busca de socorro que não chegou a tempo por ocultação dos marginais até ao momento. Meus amigos vamos reflectir que mal fez este jovem a esta rapariga para que lhe tirassem a vida? O óbito do meu e vosso Jorge Valério encontra-se na Terra Nova, rua das beiras", terminou.


Relacionados:
Detido suspeito da morte de Jay Jay

Veja o vídeo "Teu fã" de Jay Jay





Por: Mariana Rodrigues

Comentários

Critério de publicação de comentários