Página gerada às 15:01h, quinta-feira 21 de Setembro

SADC analisam crise política no Lesotho

13 de Setembro de 2017, 16:48

Os chefes de Estado e de Governo da Comunidade para o Desenvolvimento da África Austral (SADC) reúnem-se sexta-feira em Pretoria, África do Sul, em cimeira com carácter de urgência sobre o Lesotho.

O encontro deverá ser antecedido de reuniões das chefias do Estado Maior das Forças Armadas, da Inteligência Militar e do Comité Ministerial do órgão de cooperação para as áreas de política, defesa e segurança.

Para representar Angola no encontro, está em Pretória o ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti, na qualidade de enviado especial do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, que assume a presidência do órgão de cooperação, política, defesa  e segurança da SADC.

Foi na condição de representante do país que preside o órgão de cooperação, política, defesa  e segurança da SADC que Georges Chikoti esteve reunido terça-feira (12) com o Chefe de Estado da África do Sul, Jacob Zuma, igualmente presidente em exercício da organização.

No encontro com Jacob Zuma o enviado do Presidente angolano entregou um relatório sobre a crise política e militar no Reino do Lesotho, desencadeada pelo assassinato do comandante das Forças de Defesa, Khoantle Mots'omots'o.

A cimeira dos chefes de Estado e de Governo da SADC prevê analisar, entre outros temas, as recomendações da missão de avaliação da Troika do órgão que na semana transacta trabalhou no Lesotho, refere uma nota do Ministério das Relações Exteriores.



Lusa