Página gerada às 20:05h, segunda-feira 26 de Junho

Educação financeira constitui suporte para o desenvolvimento

19 de Junho de 2017, 15:40

A educação financeira constitui um suporte essencial para o crescimento e desenvolvimento das sociedades, considerou hoje, segunda-feira, na província do Huambo, chefe do departamento local de Educação e Ensino, João Tomás Guli.

O gestor fez essas considerações na abertura de uma palestra e seminário de capacitação, sobre literacia financeira, dirigido aos professores do II ciclo do ensino secundário.

Explicou que a educação financeira permite que os cidadãos saibam controlar e racionalizar melhor os seus recursos, visando a elevação da sua condição de vida.

DIsse também que possibilita a cada cidadão consumir com inteligência e sem exageros os seus recursos e ensina a programar despesas e investir adequadamente, independentemente da classe social, desde que tenha renda.

Mais do que instruir os cidadãos sobre como administrar os seus recursos, João Tomás Guli afirmou que a educação financeira promove uma mudança de comportamento e novos hábitos de vida.

Referiu que lidar bem com o dinheiro é indispensável para o bem-estar de qualquer pessoa.

Neste contexto, defendeu a necessidade das famílias e as escolas promoverem a educação financeira dos filhos e alunos, nas comunidades, visando a formação de cidadãos cientes do seu papel no desenvolvimento econômico e social do país.

Salientou que a direcção da Educação, Ciência e Tecnologia nesta província vai continuar, dentro do seu vasto programa, dedicar uma especial atenção neste sentido.

Angop