Página gerada às 03:38h, quarta-feira 26 de Novembro

Nagrelha: Pretende levar Os Lambas em tournée mundial

12 de Novembro de 2010, 15:31

Gelson Caio Manuel Mendes mais conhecido por Nagrelha, é o kudurista com maior legião de fás em Angola. Natural de Luanda, município do Sambizanga é um cantor com estilo e forma de cantar muito peculiar conforme ele próprio se auto denomina 'a minha maneira de cantar é sem igual'. Em entrevista ao Sapo.ao, o cantor confessou que 'o kuduro do Sambila é genuíno, é um kuduro que fala das coisas do dia a dia, é um kuduro do povo, e é isso que todos querem ouvir, por isso o melhor kuduro é feito aqui. Há muitos que baseiam o kuduro em ofensas, mas nem todos'.

Sapo.ao: Como e quando entrou no mundo do kuduro?

Nagrelha: Entrei no kuduro pelo gosto que tinha em ver as pessoas a cantarem sobretudo o falecido músico Man-ré mas depois preferi desenvolver o meu próprio estilo também.

Sapo.ao: Como surgem os Lambas?

Nagrelha: Os lambas apareceram numa época em que eu já cantava sozinho. Mas depois o Bruno King, Amizade e o Andeloy vieram também viver para o Sambizanga, cada um já com a intenção de cantar, juntamo-nos, e foi somente juntar o útil ao agradável.

Sapo.ao: Porquê que o Nagrelha é aquele que mais ênfase dá ao grupo?

Nagrelha: Para ser sincero também não sei explicar, acho que é a minha forma singular não só dentro como fora do grupo, mas também a nível do kuduro. Se repararem bem, a minha voz não se compara a ninguém, eu tenho uma forma de cantar que é só minha.

Sapo.ao: Qual foi a reacção dos seus pais quando se aperceberam que é kudurista?

Nagrelha: A princípio eles só ouviam as músicas nas rádios e nos táxis, mas nunca pensaram que seria o seu próprio filho que cantava aquelas batidas. Logo depois que eles se aperceberam que aquele Nagrelha que tanto se falava nas ruas e nos táxis era mesmo eu só me apoiaram e deram-me toda força necessária.

Sapo.ao: Quem compõe as suas músicas?

Nagrelha: É o Andeloy, tanto a nível do grupo, bem como aquelas em que participo nas músicas dos outros cantores. Embora a música 'Comboio' tenha sido escrita por mim e pelo Bruno King, que por sinal é uma das músicas que nos deu muita notoriedade, muita da que hoje temos a nível do país, bem como a nível internacional.

Sapo.ao: Quantas vezes o Nagarelha já esteve preso?

Negrelha:Duas vezes.

Sapo.ao: Com tantas calúnias, tantas coisas desagradáveis que falam sobre si, onde está o segredo desta enorme legião de fãs que estão sempre consigo?

Nagrelha: Quando alguém pensa que vai criar boatos contra o Nagrelha para ter sucesso engana-se, porque um é que fala mas são muitos que ouvem, e os meus fãs investigam e chegam a conclusão que tudo que falam de mim é falso. Daí eles se aproximarem mais de mim, porque sabem que eu não sou aquilo que estas pessoas dizem.

Sapo.ao: Como é a sua relação com os outros kuduristas?

Nagrelha: Para uns é muito boa, para outros menos boa, limitando-os.

Sapo.ao: Consideras o Tony Amado como Rei do kuduro?

Nagrelha: Sim. No sentido de mérito e acima de tudo pela pura verdade de que o Tony Amado é que trouxe o kuduro que todos nós hoje fazemos, e foi o Tony Amado que deu espaço a todos os outros cantores inclusive ao Sebem.

Sapo.ao: Qual é o significado do Amizade dentro dos Lambas?

Nagrelha: Foi e será sempre um pilar dos Lambas. Hoje nós somos o que somos porque o Amizade está dentro de nós. Que Deus o tenha.

Sapo.ao: Porquê que deixaram de ser os Demónios do Sambizanga e passaram a denominar-se os Lambas?

Nagrelha: Os Lambas foram inventados pelo povo, mas o nome registado na cultura é mesmo os Demónios do Sambizanga, embora os Lambas já tenha ganho espaço.

Sapo.ao: Onde está o sucesso de tantas vendas?

Nagrelha: O segredo do sucesso é ser humilde e trabalhar na hora certa.

Sapo.ao: Quando é que surgirá o novo trabalho discográfico?

Nagrelha: Isso não depende só de mim nem do grupo, porque nós já temos muitas músicas gravadas. Só necessitamos mesmo de apoios.

Sapo.ao: Como será a tua carreira daqui á uns vinte anos, vais continuar a fazer kuduro ou vais fazer outros estilos como muitos fazem?

Nagrelha: Não imagino, mas se Deus me der vida até lá quero ser Administrador do Sambizanga (risos)

Sapo.ao: O que anseia alcançar enquanto kudurista?

Nagrelha: Enquanto kudurista quero levar o kuduro a grandes palcos como Estados Unidos da América, mas antes de tudo quero fazer uma tournée mundial com os Lambas.

Sapo.ao: Vive da música?

Nagrelha: Graças a Deus sim, e muito bem.

Nome completo: Gelson Caio Manuel Mendes
Data de nascimento: 30 de Outubro de 1986
Tem casa própria: Sim
Tem carro: Sim
Pratica desporto: Basquetebol
Filme preferido: A guerra do kuduro
Músico preferido: Anselmo Ralph
É casado? Não, mas vivo maritalmente
Filhos: Um
Sonhos: Ser também locutor de rádio

Por: Akanda
Fotos: Shayne